Sexo

 sexo

31
10/2014

“Parei de tomar pílula. Será que corro o risco de engravidar?”

Categorias: sexo - Por Marina Bessa, em 31/10/2014 às 19:27

pilula

A Michelle escreveu contando a seguinte história:

“Deixei de tomar remédio para engravidar. Quando parei, minha menstruação desceu. Logo depois, fiz sexo desprotegida várias vezes. No finalzinho do mês, minha menstruação desceu de novo. Só que, antes de ela descer, tive relação três dias seguidos. Será que estou grávida?”

Quanta informação, Michelle! Seu depoimento é tão complexo, que vou comentar por partes:

1. “Deixei de tomar remédio para engravidar. Quando parei, minha menstruação desceu.”

Até aqui, ok. Após interromper o uso da pílula, o organismo sente a queda hormonal e, com isso, a menstruação desce dentro de alguns dias.


2. “Logo depois, fiz sexo desprotegida várias vezes.”

Como assim, Michelle? Se a ideia era continuar com sua vida sexual, por que parou de tomar a pílula? Você correu dois riscos: engravidar e pegar uma doença sexualmente transmissível. Se você não estava bem adaptada à pílula, precisa buscar outro método contraceptivo. A camisinha é o único 2 em 1 – protege contra a gravidez e contra DSTs. Precisa usar, sempre.


3. “Quando chegou no finalzinho do mês, minha menstruação desceu de novo.”

Ufa! Que alívio, hein? Acenda uma vela e agradeça: foi tudo uma questão de sorte. A partir do momento que você parou de tomar o anticoncepcional, ficou exposta ao risco de gravidez.


4. “Só que, imediatamente antes de ela descer, tive relação três dias seguidos. Será que estou grávida?”

Ah, não, Michelle! Você está brincando com fogo. Não foi dessa vez que você ficou grávida – ou você não teria ficado menstruada. Mas arriscando-se dessa maneira, mais cedo ou mais tarde você vai ter uma má notícia, principalmente porque você não parece ter muito controle ou conhecimento sobre o seu ciclo. Pra que viver tão perigosamente? Vá hoje mesmo a uma farmácia e garanta um estoque de camisinha. Assim, você já garante uma proteção de 97%. Se quiser ficar ainda mais tranquila, procure um médico para descobrir outra pílula indicada pra você. E, lembre-se, ela só funciona se for tomada regularmente, durante todo o mês. Parou de tomar, parou de funcionar.

E você, tem dúvidas sobre sexo? Escreva sua questão no formulário aí do lado e eu respondo aqui! ;)

beijos

23
10/2014

Uma conversa sobre sexo oral

Categorias: sexo - Por Marina Bessa, em 23/10/2014 às 19:00

Este é, certamente, um dos campeões de audiência entre as dúvidas que recebemos diariamente no site e na revista CAPRICHO. Não é pra menos: sexo oral é um tema delicado. Suas amigas mais experientes ou a revista da sua mãe podem fazer parecer que é uma coisa banal. Uma coisa simples. Apenas um primeiro passo para o início da vida sexual. Para algumas meninas, pode até ser. Mas a verdade é que, como em qualquer outra forma de sexo, o oral exige uma grande dose de intimidade, de segurança, de cumplicidade e, por que não dizer, de desprendimento.

Para as que estão chegando agora (no blog e no sexo), sexo oral é uma relação de intimidade na qual um parceiro usa a boca para dar prazer ao outro. Isso mesmo: a boca no genital. Existe coisa mais íntima que essa? Mais do que normal ter receio, ter dúvidas.

Não sai daí, porque eu e a Mari – a estagiária da CH que lê todas as suas perguntas – conversamos sobre isso nesse programa da TV CAPRICHO. Acho que tem muitas dúvidas suas aqui. E espero que você goste.

Dá o play:

E aí, curtiram o programa? Tiramos as suas dúvidas? Que outras perguntas você tem? Escreve aí ao lado: quem sabe não vira tema do nosso próximo vídeo?

beijos e até a próxima!

TAGS:

10
02/2014

Primeira vez: qual é a posição ideal?

Categorias: Sem categoria - Por Marina Bessa, em 10/02/2014 às 14:01

Essa é a pergunta da Ana Carolina, que tem 17 anos, namora, mas ainda é virgem.

namorados-na-cama

Ela diz:

Esses dias eu estava conversando com meu namorado sobre posições e ele falou que seria melhor eu ficar por cima na nossa primeira vez. O que será que é melhor: eu ou ele por cima?

Ana, vamos por partes:

Você conversa com o seu namorado, e isso já é um passo e tanto. Deixar claro que você é virgem, falar sobre a primeira vez, planejar como vai ser – tudo isso é sinal de intimidade. E, pode apostar, intimidade é essencial para ter uma primeira vez legal e uma segunda, terceira, quarta vez mais e mais legais ainda.

Mas, quanta ansiedade, menina! Vocês nunca transaram e já estão falando em posições… Olha, planejamento na medida é excelente – ir ao ginecologista, escolher um método contraceptivo, conversar sobre os dramas e as ansiedades com o garoto. Mas o excesso de planejamento pode acabar criando uma expectativa que dificilmente será atingida na primeira vez.

Não adianta, a primeira vez é confusa, tensa, desajeitada. O melhor a fazer é relaxar e deixar as coisas acontecerem com naturalidade. Não coloque tantas regras e um roteiro tão engessado pra vocês cumprirem. Deixa ser do jeito que rolar. E daí, com o tempo, vocês vão experimentando coisas novas e descobrindo, sozinhos, o que é melhor e pior pra vocês.

Não acha melhor assim? Uma coisa de cada vez e tudo dará certo.

Boa sorte pra vocês.

beijos!

 

TAGS:

23
10/2013

Orgasmo tem a ver com idade?

Categorias: sexo - Por Marina Bessa, em 23/10/2013 às 20:47

Foto: Reprodução

A G. já tentou algumas vezes, mas nunca conseguir sentir um orgasmo. Aí veio a dúvida: será que é porque ela é muito nova? Afinal, a idade tem a ver com o orgasmo?

Não e sim, G.

Não porque o orgasmo é uma reação do nosso corpo a estímulos eróticos. Do ponto de vista médico, são raros os casos em que a dificuldade de sentir um orgasmo é causada por limitações físicas, como baixo nível de hormônios.

Sim porque com a idade chegam a confiança e a experiência – e isso tem tudo a ver com prazer. Os especialistas afirmam que o orgasmo está muito mais ligado à cabeça do que ao corpo. Ou seja, encanações sobre o tamanho da sua barriga, medo de ficar grávida, receio sobre o que o menino vai pensar sobre a sua postura, ansiedade para tudo ser perfeito… tudo isso atrapalha muito na hora H.

É por isso que, na prática, mulheres mais maduras têm mais facilidade de gozar. Segundo a médica especialista em sexualidade Carmita Abdo, o número de mulheres que afirmam ter orgasmo aumenta proporcionalmente com a idade – a maioria concentra-se na faixa acima dos 30 anos.

Falta muito pra você? A melhor coisa a fazer é desencanar e aproveitar sem pressão cada momento. Aí, sem perceber, um dia ele chega. Pode acreditar.

Vocês têm mais dúvidas relacionadas a sexo? Escreva aí do lado e ela pode ser respondida aqui!

beijos

 

TAGS:

04
10/2013

Qual é a chance de você estar grávida?

Categorias: sexo - Por Marina Bessa, em 04/10/2013 às 19:24

Veja os casos abaixo (todos eles são reais) e tente decifrar a questão: essas meninas correm o risco de estar grávida?

Caso 1

Minha menstruação desceu normalmente no mês passado. Neste mês tive relação sem camisinha, mas o menino não chegou a ejacular dentro. Agora minha menstruação está atrasada. Qual é a chance de eu estar grávida? 

Chance média. O risco existe, apesar de as chances serem menores do que se houvesse ocorrido a penetração. Coito interrompido (como se chama a prática de tirar o pênis da vagina antes da ejaculação) não é um método concepcional confiável.

Caso 2

Eu tomo anticoncepcional há sete anos (comecei para controlar a acne), mas só nesse mês tive minha primeira relação sexual. Bem nesse dia eu esqueci de tomar a pílula. No dia seguinte, tomei dois comprimidos. Qual é a chance de eu estar grávida?

Chance pequena, mas pode acontecer. O risco de gravidez passa a existir a partir do dia em que você esqueceu a pílula. Nesses casos, recomenda-se tomar duas pílulas no dia seguinte (como você fez), mas usar camisinha nos 7 dias seguintes.

Caso 3

Eu e minha namorada demos uns amassos bem fortes, mas de roupa (tanto eu quanto ela). Minha calça até chega ficar um pouco molhada, mas não ejaculei. A minha namorada toma pílula. Qual é a chance de ela estar grávida? 

Chance zero. Primeiro porque ela toma pílula e este é um método anticoncepcional bem eficaz. Depois porque não houve penetração e vocês estavam de roupa. Ou seja, barreira tripla para os espermatozoides.

Caso 4

Eu tomo anticoncepcional e transo regularmente com o meu namorado sem camisinha. Esses dias, tenho me esquecido da pílula e andei tomando 2 ou até 3 de uma vez. A pílula continua funcionando o ou corro risco de estar grávida?

Chance grande. A pílula é um ótimo método anticoncepcional, mas precisa ser tomada regularmente. Em um mês confuso como esse, é preciso usar camisinha ou você pode, sim, ficar grávida.

Caso 5

Transei com o meu namorado sem camisinha durante a minha menstruação. Qual é a chance de eu estar grávida?

Chance bem pequena. Em teoria, esse é um período em que a mulher está pouco propensa a engravidar. Mas transar sem camisinha é risco de doença, sempre.

 

Vocês acertaram? Às vezes pode mesmo ser complicado calcular todos os fatores de risco para uma gravidez. Na dúvida, não se arrisque: use camisinha.

Beijos

 

Página 1 de 1312345...10...»

Sobre o blog

Este é o seu espaço para tirar todas as dúvidas sobre sexo. Mesmo aquelas que todo mundo acha que sabe. Ou que ninguém tem coragem de fazer. Você manda a sua pergunta e a gente responde.

Mande a sua dúvida!

Dúvidas sobre sexo? Preencha o formulário abaixo e mande a sua pergunta.

Mande um e-mail pra gente:

* Campos obrigatórios

Nome completo:*

Data de nascimento:*

DDD:*

Telefone:*

Celular:

E-mail:*


Mensagem*

Enviar
Siga CAPRICHO no Instagram Siga CAPRICHO no Tumblr Siga CAPRICHO no Pinterest Siga CAPRICHO no YouTube Siga CAPRICHO no Flickr RSS
sexo