Papo de Amiga

 papodeamiga

27
04/2010

Meus pais não me deixam namorar, eu não gosto de ficar. Como faz?

Categorias: Sem categoria - Por Fernanda Bastos às 20:45

A F. está apaixonada, mas não sabe como fazer essa paixão ir para frente:

“Eu estou super a fim de um gatinho, mas meus pais não me deixam namorar, e eu odeio esse papo de ficar. O que eu faço?”

Eu queria entender essa estratégia dos pais de “proibírem” as filhas de namorar, mas não consigo. Tudo bem, quando a menina ainda é muito novinha (e é bem difícil mesmo determinar quando a gente deixa de ser muito novinha) pode até fazer algum sentido. Mas quando a adolescência chega para valer, me parece uma bobagem esse tipo de tentativa.

Afinal, não é proibição nenhuma que vai impedir que vocês se apaixonem, desejem, se envolvam. E se a realidade é essa, acho que dá mais certo lidar com ela com sinceridade do que criar um tabu sem sentido. Vale mais conversar, esclarecer e até expor os medos (não sei porque pai e mãe tem tanta resistência em expor suas fraquezas!) do que proibir e tentar forçar algo que não é natural.

Portanto, se a iniciativa de conversar sobre o assunto não parte dos seus pais, é você que tem que conquistar esse espaço. Acho por exemplo, que seus pais se sentiriam mais tranquilos se você contasse a eles que não gosta muito da ideia de ficar. Mostra que sua paixão por esse garoto é especial e que você (ainda…hehehe) não está com vontade de sair pegando geral.

Enfim, acho que muitas vezes a gente tem vergonha de revelar nossos sentimentos aos nossos pais, temendo uma repreensão ou um julgamento, mas acho que a melhor maneira de existir uma relação legal e sincera, é deixar que eles saibam quem realmente somos, o que pensamos, o que sentimos, o que queremos.

O que eu quero dizer é que se você está apaixonada e quer namorar, e acha que o gatinho vale realmente à pena, vá logo negociar com os seus pais. Converse, converse e converse ainda mais um pouco. Sem drama, sem choro, sem chantagem. Se eles forem abertos, eles vão entender e vão acabar cedendo.

Outra alternativa é já chegar escancarando “Tô namorando!” como se fosse a coisa mais natural do mundo (porque, na real, é!!)… Tratamento de choque às vezes dá super certo!

Agora, se os pais são mega ultra caretas, super protetores…. A história complica. Alguém aí tem alguma sugestão?

beijo grande

ps: acabei de pensar numa coisa! Mostra esse post para os seus pais! Pode ser um bom jeito de começar uma saudável discussão!

Comente!

Leia também:

Revista


Compre agora essa edição!

Papo de Amiga

Sabe aqueles momentos em que parece que a vida está muito difícil de ser vivida? Nessas horas, você pode contar com a gente. Escreva para dividir, pedir conselhos, desabafar. Aqui vai ter sempre alguém pronta para te ouvir e ajudar!

Blogueiros

  • Fernanda Bastos

Ofertas

Mande um e-mail pra gente

* Campos obrigatórios

Nome completo:*

Data de nascimento:*

DDD:*

Telefone:*

Celular:

E-mail:*


Mensagem*

Enviar

Blogs CAPRICHO

+ Blogs
+ Blogs
Siga CAPRICHO no Instagram Siga CAPRICHO no Tumblr Siga CAPRICHO no Pinterest Siga CAPRICHO no YouTube Siga CAPRICHO no Flickr RSS
assine CAPRICHO
assine CAPRICHO