Blog da Galera

 blogdagalera

08
02/2016

5 coisas que aprendi no curso de férias

Categorias: Blog da Galera - Por isaotto, em 08/02/2016 às 10:39

Oi meninas! Isa Bruder aqui!

Então, sempre tive muita curiosidade em relação a cursos de férias e coisas do gênero. Afinal, quem não ama o filme Operação Cupido? <3 Mas o cansaço de final de ano sempre criou uma preguiça que falava mais alto. De chegar em casa depois do ultimo dia e dizer “pronto, vou dormir por 5 dias consecutivos”, sabe?

foto01

Mas, este ano, já que eu ia passar as férias em casa, pensei em usar o ~sagrado~ tempo livre para fazer algo de útil. Como eu amo dançar ballet, mas ainda sou amadora, decidi fazer dois cursos no final de janeiro. E, olha, foi uma decisão maravilhosa! Foram 16 dias de muito aprendizado, que vou compartilhar aqui com vocês!

- Tenha uma mente aberta
Não importa o tema do seu curso. É muito importante você chegar com a mente aberta para aprender e enfrentar os desafios. Você não tem muita experiência? Acha que não é boa? É pra isso que serve o curso: pra melhorar. Acredite no seu potencial, e sempre coloque coisas em perspectiva. Use essa oportunidade ao seu favor, e não deixe seus receios e medos te impedirem de aprender.

- Perseverança
Mesmo tendo uma mente aberta, pode ser desanimador passar muitas horas por dia com pessoas de níveis mais avançados. Caso você esteja participando de um curso mais difícil, é crucial ter perseverança. Até os mais profissionais já estiveram no seu lugar. Não importa sua idade, anos de experiência, etc: o que é realmente importante é sua determinação. É normal ficar chateada, mas chegue no próximo dia pronta pra melhorar ainda mais! Que leva ao próximo item.

foto02

-Seja uma esponja
Absorva o máximo possível de informações, experiências e dicas. Não passe um dia sequer sem aprender alguma coisa nova. Pode ser algo grande tipo como executar um passo de ballet novo, ou algo menor como um jeito de costurar a sapatilha de ponta que crie menos bolhas. Qualquer informação é válida e preciosa.

- Cumprimente todo mundo
Você pode – e provavelmente vai – ficar com vergonha de falar com os outros alunos, mas acredite em mim: no final do curso vai ser difícil falar tchau! Nem que seja por educação, cumprimente todo mundo. Afinal, vocês vão passar muitos dias juntos, e ninguém gosta de bad vibes. Quem sabe esse “Oi, tudo bem?” vira uma amizades pra vida inteira!

foto03

- Férias não é antônimo de aprendizado
Gente, sério. Isso é MUUUITO importante! Achar que “não cabe mais nada na sua cabeça” é mentira! O corpo humano é maravilhoso, e seu cérebro sempre vai ter a capacidade de aprender! Ter algumas semanas onde você escolhe o que aprender é um privilégio imenso. Não deixe o bode da escolar tirar oportunidades de aprimoramento!

E você, fez algum curso de férias? Concorda comigo? Me conta nos comentários!

Beijos e até a próxima,
Isa Bruder

 

TAGS:

05
02/2016

Do outro lado do mundo: veja 6 curiosidades sobre o Japão

Categorias: Blog da Galera - Por isaotto, em 05/02/2016 às 12:33

E ai, gente! Aqui é a Luisa Tomitsuka, estreando no blog com um assunto que eu amo: viagens! Quero contar um pouquinho para vocês sobre a minha aventura mais recente, do outro lado do mundo, no Japão.

Amo viajar (indícios de um ascendente em Sagitário, podemos dizer) e o que mais me atrai são os destinos menos convencionais. Claro que uma viagem para Disney será sempre um sonho maravilhoso, mas nada como um lugar completamente diferente, com uma cultura desconhecida, uma língua meio maluca e a melhor parte: uma culinária super deliciosa e incomum!

japao02

Fui para o Japão no final do ano passado com as minhas melhores amigas (uma delas, a Mel Tsuzuki! Lembram?! Ela já fez parte da Galera CAPRICHO! Impossível esquecer!) e com a minha tropa escoteira, já que o objetivo da viagem foi participar do maior encontro escoteiro do mundo, o Jamboree. Com 35 mil escoteiros de 160 países diferentes, foi uma experiência inesquecível. Conhecemos muitas pessoas e culturas diferentes, mas a melhor parte foi o país sede do evento. Acampamos no Jamboree durante 10 dias e os outros 30 foram de turismo pela “Terra do Sol Nascente”.

Lembro de quando o avião atravessou as nuvens e eu pude ver a Ilha. Me impressionei, era tudo tão verde! Mesmo sendo um país tão pequenino e com tantos habitantes, 80% do território japonês é coberto por florestas. Eu esperava toda a tecnologia, prédios e neon que vemos nos filmes, mas lá é muito diferente do que imaginamos. Assim que o avião pousou, e meu nariz ainda estava colado na janelinha, vi todos os trabalhadores da pista de pouso acenando, sorrindo muito e curvando-se para nós. Foi a primeira impressão que foi realmente confirmada mais tarde, ao longo da estadia: os japoneses são muito educados e ótimos anfitriões! Mas, logo que saímos do ar condicionado do avião, eu já estava pingando! Que ar úmido e que calor inimaginável, minha gente!!! O Verão japonês é uma loucura! Fica a dica para quem quiser visitar o país: deem preferência para o Outono laranja ou para a famosa Primavera recheada de sakuras (flores de cerejeira).

japao01

E então, a viagem ficou cada vez melhor e cada vez mais estranha. Olha só:
1. Ir ao banheiro era uma aventura. Ou o vaso sanitário era direto no chão, um buraco, o que nos forçava a fazer as necessidades de cócoras (não vou nem entrar em detalhes, porque, né, vocês já devem imaginar os acidentes ~risos~) ou a privada era ao estilo ocidental, só que muito mais tecnológica, com acento térmico, sons de água artificiais para disfarçar os barulinhos indesejados e milhares de botões que, sim, eu apertei sem entender nada do que estava escrito e levei muitos sustos com esguichos de água certeiros.

2. A comida do Japão é muito diferente da comida japonesa vendida no Brasil. Lá até tem sushi, mas é uma comida tão tradicional que ninguém come no dia-a-dia. Temaki, então, não comi nenhuma vez na viagem. Os pratos são quentes, quase nada é cru e as ideias são engraçadas (adorei o omurice, omelete de arroz). Mas é tudo uma delícia e foi tudo muito novo, o que eu achei melhor ainda! (PS: o café da manhã de lá é como nosso almoço, cheio de comidinhas pesadas. Não estava acostumada, mas cheguei em São Paulo querendo comer peixe grelhado antes de ir pra escola. Esquisito, né?)

3. Apesar do calor, era impossível ficar desidratada. As máquinas de suco japonesas são sensacionais, contam com uma variedade absurda de opções e estão por toda parte. Literalmente! A relação é de uma máquina de suco para cada 23 habitantes. Eu não entendia nada que estava escrito sobre sabores, então escolhi todos os sucos por causa das embalagens, que são muito bonitinhas!

japao03

4. Eu me senti muuuito desarrumada por lá. As mulheres japonesas estão sempre muito arrumadas e lançam umas tendências estranhíssimas (pelo menos, pra gente daqui). Mesmo no calor terrível, elas usam calças e blusas de manga comprida – para protegerem a pele do sol -. Também usam roupas muito formais e salto o tempo todo. Os cabelos estão sempre muito arrumados, parecem penteados de casamento! Alguns banheiros de shoppings ou lojas têm uma área com vários espelhos, secadores e chapinhas, para que elas estejam sempre imprecáveis. Que pressão, né? Reparei que algumas delas passavam sombra vermelha ou roxa debaixo dos olhos, para parecerem doentes de propósito, e entortavam os dentes, se já não forem tortos.

5. Os templos japoneses são muito especiais! A energia se renova e é possível atingir um nível de tranquilidade tão alto… Não consigo nem explicar, só indo para entender. Apesar de o país ser muito moderno, os templos tradicionais permanecem e predominam. A viagem é muito mais revigorante do que propriamente agitada.

6. Alguns dos hotéis (os mais tradicionais) tem um esquema de banho conjunto. O ofurô é uma banheira gigante, com água corrente e bem quente. Os chuveiros ficam em volta da banheira e depois de se lavar, entra-se no ofurô para relaxar. Tudo lindo, né? Só que esse banho é para todas as pessoas do hotel (homens e mulheres separados, mas em alguns lugares é tudo junto mesmo), e não são permitidas roupas de banho. É, foi uma experiência única… Mas, sim, todo mundo se respeita.
Meninas, só consegui contar algumas coisinhas… Mas é pra deixar aquela vontade! Eu totalmente recomendo essa viagem e, acho que vocês devem fazer em algum momento da vida. Parece outro mundo… Vou deixar um vídeo que fiz da viagem para vocês terem uma ideia da vibe de lá!

Ai, ai. Que saudade que já estou!!! Curtiram as curiosidades? Algumas coisas são bem diferentes da que estamos acostumadas, né? Mas isso que é o mais incrível de conhecer lugares novos e se abrir e respeitar a cultura deles.

Um beijão,
Lu Tomitsuka

TAGS:

01
02/2016

6 pincéis de maquiagem que você não pode viver sem!

Categorias: Blog da Galera - Por isaotto, em 01/02/2016 às 19:13

Oi, meninas! Ju Machado aqui! Tudo bom?

Hoje vim falar sobre um assunto que é muito desesperador (pelo menos, eu acho), mas muito amado: pincéis de maquiagem. Sabe quando você entra em uma loja, vê os pincéis na sua frente e pensa : “bom, por onde eu começo?”. Pois é, já passei por isso e confesso que não consigo me controlar quando o assunto é pincel. Sério!

Que atire a primeira pedra quem nunca, nunquinha, teve um pincel que nunca usou e sabe que nunca irá usar!? Por isso, decidi fazer um vídeo selecionando os meus seis pincéis preferidos e essenciais, que dão super para fazer qualquer tipo de make. Espero muito que vocês gostem!! E já sabem, né? Qualquer dúvida, pode me chamar nas minhas redes sociais!

Um beijão,
Ju Machado

TAGS:

29
01/2016

Bruxos do Brasil, agora é possível estudar em uma escola de magia tipo Hogwarts!

Categorias: Blog da Galera - Por isaotto, em 29/01/2016 às 20:33

Você cresceu lendo e assistindo às aventuras de Harry, Hermione e Rony? Está aguardando a sua cartinha de Hogwarts até hoje? Toca aqui, amiga: eu também!

isa01

Peço desculpas à minha amiga linda Vicky por postar essa foto em um site. Hahaha

A própria J.K. Rowling já declarou que existem várias escolas de magia no mundo e que uma delas é justamente no Brasil! Sim, ela disse isso, gente! <3 De acordo com a Harry Potter Wiki, as escolas conhecidas são: Beauxbatons Academy of Magic (France), Durmstrang Institute (Scandinavia), Hogwarts School of Witchcraft and Wizardry (Scotland), Koldovstoretz (Russia), Mahoutokoro (Japan), Uagadou School of Magic (Africa), e duas nos Estados Unidos e no Brasil, das quais não sabemos o nome.

Olha eu com os alunos da Beauxbaton e do Durmstrang, com 11 anos de idade!
isa02

Demais, né? Desde que fiquei sabendo sobre as outras escolas, fiquei pensando: como seria uma escolar de bruxaria no Brasil? E agora não preciso mais imaginar! A EMB (Escola de Magia e Bruxaria do Brasil) é um acampamento que proporciona a experiência de estudar como seus personagens preferidos – com direito a Campeonato estudantil de quadribola e Baile de Formatura! E, gente, É EM UM CASTELO DE VERDADE! Olha só:

isa03

isa04

Com duração de 4 dias, você monta sua grade horária com disciplinas como Defesa Antitrevas, Feitiçaria, Historia Mágica e Cuidado dos Animais Mágicos. Ah! Também têm o bar Javali Bizonho, baseado no Cabeça de Javali, de Harry Potter, e o The Bruxo Times, inspirado no Profeta Diário. Os alunos também são divididos em quatro casas, depois, é claro, de passarem pelo Chapéu Seletor.

isa05

As matrículas já começaram! Para viver esse sonho, basta acessar o site da EMB. Neste ano, o evento acontece durante junho, em Campos do Jordão, do dia 24 ao 27. Que incrível, né?!! Quem aí ficou com vontade de ir?

isa05

Se alguém for, me marque no Instagram. Quem sabe a gente se vê lá? :)

Beijos e até a próxima,
Isa Bruder

25
01/2016

3 receitinhas caseiras indispensáveis para as cacheadas

Categorias: Blog da Galera - Por isaotto, em 25/01/2016 às 15:04

Heeey, gente linda! Tudo bem? Aqui é a louca das receitinhas caseira, ou melhor, a Gabi! Hahaha

cachos

Hoje, trouxe para vocês cacheadas de plantão algumas receitinhas que mudaram a minha vida. São bem simples de fazer e tenho certeza que pelo menos uma delas vai te ajudar. Vem ver!

1. GEL DE LINHAÇA
A linhaça é uma ativadora natural de cachos. Eles ficam d-i-v-i-n-o-s! Além de trazer brilho e maciez para o cabelo, a linhaça modela os cachos e diminui o frizz. Esse gelzinho é muito usado como leave-in. Aplica-se, geralmente, depois de pentear o cabelo (só para fixar), mas você tem total liberdade para escolher o melhor jeito de usá-lo nos seus fios. Também costumo utilizá-lo no day after, só para modelar os fios ressecados. Adoro o resultado! Saca só como é facinho de fazer:

  • Ingredientes:

- uma colher de semente de linhaça;
- um copo de água filtrada.

  • Modo de fazer:

- misture a semente de linhaça com a água filtrada;
- deixe por 5 minutos em fogo alto;
- após ferver, coe o gel e coloque em um recipiente na geladeira. Ele dura, em geral, cinco dias.

2. HIDRATAÇÃO DE CENOURA E BETERRABA
O brilho e a modelagem são facilmente notados. E o principal: essa misturinha diminui demaaaais o ressecamento dos fios!

  • Você vai precisar de:

- meia beterraba;
- meia cenoura;
- ¼ de copo de água filtrada (mais ou menos dois dedos).

  • Como fazer:

- rale a cenoura e a beterraba (ou pique beeem picadinho);
- bata tudo no liquidificador com a água;
- certifique-se de que não tem bagaços (se precisar, pode coar);
- misture com uma máscara de hidratar – a mesma de costume – até ficar homogênea;
- aplique mecha por mecha e deixe agir por 30 minutos (vale usar um plástico na cabeça! Haha).

3 . SHAMPOO BOMBA DE CAFÉ
Tá aí uma receita divina para quem está em transição! Usei esse shampoo e me apaixonei de cara. O intuito é que ele estimule o crescimento capilar – por isso resolvi testar. No entanto, essa maravilha trouxe para mim uma definição que nenhum outro produto tinha trazido até hoje! E é por isso que é perfeito para quem está passando por transição, pois além de motivar o crescimento, vai ajudar a definir seus fios. Tem coisa melhor? Repara como é simples de fazer:

  • Você vai precisar de:

- 300 ml de shampoo (de preferência, sem sulfato);
- 3 colheres de café em pó (aquele que precisa ser coado, sabe?).

  • Modo de fazer:

- misture o shampoo com as 3 colheres de café;
- deixe a mistura repousar por 24 hrs.

  • Como usar:

O indicado é usá-lo duas vezes na semana, com intervalos de dois a três dias. Ele é usado como shampoo comum. Então, é só aplicá-lo e massageá-lo no couro cabeludo fazendo movimentos circulares.

É isso, pessoal! Espero que façam as receitinhas e que elas possam ajudar vocês tanto quanto elas me ajudam! Eu sou suspeita para falar, pois amo essas misturinhas loucas caseiras e saio fazendo sempre que dá, mas elas realmente fazem a diferença para mim. Me avisem, se vocês testem em casa?

Beijos,
Gabrielle Cavalcanti

Página 1 de 9112345...102030...»

Galera Capricho 2015/16

Ana Lia Bettiol Andrielly Neri Bárbara Morais Cami O'Donnell Isis Cedraz Vitória Gomes Ingrid Adély Isabella Fialho Letícia Lucena Lívia Prevot Luisa Tomitsuka Mariana Coutinho
Ana Lia Bettiol
@blogpoderosaderosa
13 anos, Florianópolis
Andrielly Neri
@andriellyneri
17 anos, Rio de Janeiro
Bárbara Morais
@b4b1tch
15 anos, Minas Gerais
Cami O'Donnell
@mimilletx
15 anos, Rio de Janeiro
Isis Cedraz
@isiscs
14 anos, Bahia
Vitória Gomes
@vitoriagss_
16 anos, Distrito Federal
Ingrid Adély
@ingridadely
17 anos, São Paulo
Isabella Fialho
@isaafialho
16 anos, São Paulo
Letícia Lucena
@itsjustleticia
16 anos, São Paulo
Lívia Prevot
@liviaprevot
16 anos, Canadá (intercâmbio)
Luisa Tomitsuka
@luisatomitsuka
17 anos, São Paulo
Mariana Coutinho
@mariwilliams
17 anos, São Paulo
Siga CAPRICHO no Instagram Siga CAPRICHO no Tumblr Siga CAPRICHO no Pinterest Siga CAPRICHO no YouTube Siga CAPRICHO no Flickr RSS
blogdagalera